Inscreva-se na nossa LISTA VIP

E Ganhe Nosso Guia

GRÁTIS !
🔒 Somos contra SPAM

A preparação para exames de concursos públicos ou vestibulares requer bastante habilidade de memorização. E um conteúdo só está memorizado quando é realmente aprendido, caso contrário, dá branco na certa!

Isso quer dizer que para superar a concorrência e garantir seu território nessa disputa dos concursos, não bastam truques de decoreba. A memorização é mais do que isso, trata-se de consolidar conhecimentos com fortes vínculos dentro do seu cérebro.

Então se você já teve a frustração de ver uma questão de prova e não lembrar a resposta que tanto tentou decorar, certamente errou nas técnicas de memorização, pois elas devem ser infalíveis.

Nesse artigo o conceito sobre memorizar para concursos e recordar tudo ficará mais claro e fará você aprender além do básico. Para completar, apresentaremos as melhores técnicas de memorização para concursos que podem fazer você gabaritar a prova toda, então leia até o fim!

 

Como Estudar Para o Concurso Público?

Existes inúmeros métodos de estudos muito eficientes que tornam meros estudantes em concurseiros supercompetitivos. Elas são aquelas pessoas que podem escolher ao final da maratona de provas o cargo que vão exercer.

Certamente o mais famoso por referências de pedagogos, do próprio MEC e cases de sucesso seja o treinamento de estudos e memorização do nosso campeão nacional de memorização Renato Alves. Evidentemente vale a pena, mas pode não ser acessível a todos.

Então precisamos dar um jeitinho para nos aproximar desses concurseiros de alto nível. O que requer um pouco de disciplina para seguir técnicas de memorização eficientes, cortando um pouco o caminho da teoria.

A melhor forma de estudar para concursos públicos ou vestibulares concorridos está na preparação do cérebro, engajamento no processo de aprendizado e finalmente a sua habilidade de memorizar e recuperar informações.

Mas tudo isso aliado a conhecimentos prévios sobre a prova do concurso. Então antes de qualquer uma das técnicas de memorização para concursos é preciso dar uma boa lida no edital, e claro, buscar o máximo de provas aplicadas sobre o cargo, pois elas servirão como material de estudos e memorização também.

É por esse caminho que vamos seguir. Pois a tarefa de assimilar inúmeros conteúdos distintos e lembrar deles em uma mesma prova é um desafio que requer uma estratégia prévia.

 

A Preparação do Cérebro Para Estudar

material de estudos organizadoO cérebro precisa de alguns auxílios para tornar o processo de memorizar mais fácil. E segundo estudos de 2010 pela Universidade de Nova Iorque, tirar uma soneca entre os estudos promove a retenção de memórias a longo prazo.

Mas a dica não fica por aí, é muito importante estar concentrado na tarefa de memorizar um conteúdo. Então o seu grau de atenção é decisório na absorção de tudo o que você precisa aprender.

Para tornar seu estudo mais promissor para a memória, faça o seguinte:

  • Mantenha o ambiente de estudos visualmente limpo e organizado.
    .
  •  Desligue seus aparelhos eletrônicos, e se possível, mantenha eles longe.
    .
  •  Não estude com deveres pendentes, fique focado numa tarefa por vez.
    .
  •  A iluminação é importante, prefira a luz branca ou a luz do próprio Sol.
    .
  •  Mantenha-se alimentado e com o corpo bem suprido de água.

Essas pequenas dicas evitam que distrações corriqueiras concorram no seu cérebro por atenção. Isso deve evitar um bocado de motivos de procrastinação também, além de deixar seu cérebro realmente presente na hora dos estudos.

Além do mais, utilizar boas técnicas de memorização para concursos não funcionam sem estratégia e comprometimento. E sua concentração é matéria prima nesse momento, um recurso escasso que não estará em alta o dia todo.

 

O Nível de Engajamento do Cérebro ao Aprender

estudante meditando antes de memorizar os estudosO cérebro é muito estimulável para realizar tarefas que já despendemos algum esforço prévio. A preparação que mostrei acima já tem papel nisso, mas além dela é preciso sustentar o seu engajamento com consistência.

A utilização de técnicas de memorização funcionam como ferramentas apenas, e não refletem no desempenho do seu aprendizado como deve ser. Por isso é interessante dar ao seu cérebro os incentivos que o estimulem no processo de aprender.

Quero dizer que existe como gostar de estudar e tornar seu cérebro engajado, para no final, você ficar apaixonado por memorizar tudo o que for importante para qualquer concurso público ou vestibular que enfrente.

Estar gostando de buscar conhecimento cria uma mecânica toda especial no cérebro para a qualidade de memorização.

Isso beneficia o aprendizado com:

  •  Maior foco objetivo sobre os estudos e sua memorização.
    .
  •  Estímulos de recompensa para voltar a estudar habitualmente.
    .
  •  Uma qualidade melhor das memórias retidas.
    .
  •  Maior conhecimento explícito no lugar do conhecimento declarativo.
    .
  •  Mais facilidade de retomar a concentração em nível de aprendizado.

Nesse ponto quero deixar claro que disputar concursos não é só assunto de memorização. Mesmo que você tenha as melhores técnicas para utilizar nas provas do concurso, não significa que vai sustentar seu aprendizado por muito tempo.

Tornar o cérebro engajado no aprendizado é crucial, para não dizer que é 50% do que tornará seu caminho de concurseiro realmente consistente. Esse foco é uma habilidade que contribui para qualquer técnica de memorização, tenha isso em mente sempre!

 

A Propriedade de Memorizar x Recuperar Memórias

gráfico da curve do esquecimento de EbbinghausUsar técnicas de memorização para concursos é relativamente simples e um trabalho cognitivo que todos, bem ou mal, já o fazem. Mas muitos não dão atenção a recuperação dessas memórias.

A prática de recuperar memórias é imprescindível no aprendizado. Ela não se passa de fazer revisão do conteúdo, é o ato de lembrar e nada além disso!

Esse é um processo cognitivo de resgatar tudo o que já está na memória antes que fique difícil demais de fazer isso. Um conceito que contorna a chamada curva do esquecimento, que foi descoberto em 1885 por Hermann Ebbinghaus.

 

De fato, em média, os humanos esquecem 50% de uma informação após 1 hora em que ela foi aprendida, e o esquecimento aumenta em 70% logo após 24 horas.

Por isso recuperar memórias as reforçando semanalmente é crucial. Faça isso adotando essas práticas:

Escreva Com Suas Próprias Palavras O Seu Aprendizado

Simplesmente leia um texto, tenha o conhecimento dele absorvido, depois exponha do seu jeito o que compreendeu em uma folha de papel e a próprio punho.

Crie Perguntas e Respostas do que Conheceu

Você tem uma afirmação que é fato segundo seus estudos? Então crie uma pergunta para essa afirmação em seguida coloque sua resposta, depois separe isso como material de revisão.

Desenhe Conceitos em Forma de Mapas

Utilize palavras chaves dos conceitos que aprendeu, faça setas ligando outros conceitos que tenham importância entre si. Utilize a técnica de mapas mentais para isso, é a forma mais inteligente de absorver conteúdos complexos e memorizar eles.

Treine Com Flashcards

Essa já é uma técnica de memorização para concursos muito utilizada e você deveria adotar também. Utilize com os testes de perguntas que criou, escreva palavras chaves dos seus mapas mentais em uma face e o conceito inteiro em outra. Revise sempre!

 

Como memorizar para concursos de forma mais eficiente?

As provas de concurso público abordam inúmeros conteúdos e isso pode ser um problema para pessoas que não se planejam. Mas o edital do próprio concurso já dá uma diretriz muito objetiva sobre o que é preciso aprender.

Entenda o ato de aprender como o objetivo final da memorização. Pois a nossa mente só torna conhecimento de longo prazo o conteúdo que damos mais significado para ela, então faça isso com todo o edital.

Para efeito de memorização, a melhor forma de fazer isso é focando apenas uma tarefa por vez e as coisas importantes. Sobretudo se utilizando dos recursos de todos os seus canais de comunicação.

Então siga algumas dicas que intensificam o aprendizado, e torne isso parte da sua rotina, tanto na hora de aprender quanto ao revisar.

Mude o Local de Estudos

Aprender e revisar o conteúdo em locais diferentes faz com que o seu cérebro crie vínculos novos para a mesma memória. Estude o conteúdo em um cômodo da casa e o revise em outros.

Memorize o Material Ouvindo

Isso implica ouvir o conteúdo por áudio ou repeti-lo para você mesmo em voz alta. Sim, pronunciar e depois ouvir é ótimo, então grave áudios se perceber resultados bons e ouça eles depois.

Faça Estudos Por Material Visual

Basta buscar fontes diferentes em livros e gravuras sobre o tema estudado. Assista também alguns vídeos com pessoas diferentes explicando, visualize gráficos e crie formas visuais como dos mapas mentais que já apresentei aqui.

Imprima o Material e Imagine Depois

Uma das melhores formas de trazer coisas para a mente é lendo e escrevendo o conhecimento a próprio punho. Mas também imagine eventos sobre os conhecimentos com a sua criatividade, essa é uma manifestação real do aprendizado sendo replicado por você e certamente uma das maiores técnicas de memorização para concursos que você conhecerá também.

 

Como Aplicar as Dicas de Memorização na Hora da Prova de Concurso?

concurseiros fazendo prova de concursoAté aqui você já viu que utilizar técnicas de memorização para concursos deve ir além. Você precisa de preparo prévio e organização, uma mentalidade correta nos estudos e aprender a utilizar todos os seus canais de comunicação.

A soma disso tudo lhe garante maior qualidade nos estudos e de qualquer truque mnemônico que venha a precisar. Eles são ótimos ganchos para acessar a memória e reaver todo o conteúdo contido nela usando a imaginação.

Recomendo utilizar eles aonde couber, pois são verdadeiros cadeados para o conhecimento. E isso não falta aqui no Aprimore Sua Mente, só nesse artigo temos mais de 33 técnicas de memorização para adaptar em seus estudos.

Mas nos concursos públicos têm questões complicadas também.

Existem muitas pegadinhas e frases dúbias que foram feitas para fazer você errar a resposta, forçando a sua mais pura falta de atenção.

Como contornar isso?

Bem, só existe uma alternativa correta, e posso garantir que, com o foco treinado, você desvendará as alternativas erradas só lendo as perguntas e as comparando as respostas.

As palavras chaves contidas nas respostas desvendam assuntos muito distintos das perguntas. Risque todas essas alternativas que são pegadinhas lodo de cara!

Agora sim você poderá fazer a prova do concurso a sério. Apenas retirando da memória as respostas corretas e comparando com as alternativas verdadeiramente desafiadoras da prova.

E tudo isso é feito pelas mesmas palavras chaves que você tanto treinou nas dicas que apresentei aqui!

Aquelas que você fez por escrever nos flashcards. As palavras chaves que foram conceitos contidos nos seus mapas mentais e todo o processo de revisão que fez por eles.

Os efeitos desses estudos estarão na sua memória já. E no momento que fizer a prova, estará com trino mais que suficiente para gabaritar a prova do concurso.

Conheça os Reais Caminhos do Autodesenvolvimento

Ganhe um E-book Grátis e receba nossa serie de desenvolvimento pessoal para você superar os seus limites
Inscreva-se na nossa LISTA VIP