Inscreva-se na nossa LISTA VIP

E Ganhe Nosso Guia

GRÁTIS !
🔒 Somos contra SPAM

Nada é fácil para um cérebro buscando novas direções para inovar, pois em algum momento virá um bloqueio criativo. Essa é uma realidade e caso você não conheça um método para estimular a mente criativa, poderá se estressar com um apagão.

Isso acontece muito com pessoas que trabalham com música, desenho, marketing, redação e tantos outros mercados. Todos tem uma queda de rendimento uma hora, mas para quem busca se destacar e contornar essa barreira, basta apenas um insight para depois dar brilho a ele.

Será que é difícil colocarmos pequenas pitadas de genialidade em nossos trabalhos?

Bem, isso certamente requer inspiração por alguns métodos, e mostrarei nesse texto que o maior deles está na sua própria imaginação.

 

O Que É Bloqueio Criativo?

O bloqueio criativo é um estado mental que impossibilita a pessoa de desenvolver novas ideias, obter inspiração ou ter imaginação sobre determinada tarefa. Na psicologia ela corresponde a falha de gerar ou reconhecer ideias e alternativas para solucionar problemas.

Os processos criativos são gerados em áreas específicas do cérebro que podem ser diferentes para cada método de solução de problemas. Muitos desses padrões criativos dependem também da personalidade do indivíduo.

Segundo Arne Dietrich, professor e neurocientista, existem 4 tipos de criatividades com características distintas:

  • Emocional
  • Cognitivo
  • Deliberado
  • Espontâneo

O bloqueio do padrão criativo deliberado e cognitivo são baseados em propósitos. Ocorre em pessoas que se utilizam da lógica e razão na solução de problemas e essa criatividade ocorre no córtex pré-frontal do cérebro.

Um bom exemplo de pessoa criativa que faz uso desses padrões é Steve Jobs.

Por outro lado, o bloqueio de padrão criativo emocional e espontâneo são baseados em emoções. Ele ocorre em pessoas reflexivas ou sentimentais com visão mais subjetiva em suas soluções e essa criatividade ocorre na amídala cerebral e córtex cingulado.

Um exemplo de pessoa que faz uso desse padrão criativo é Beethoven.

 

Como Entender E Vencer O Bloqueio Criativo

homem trabalhando com bloqueio de criatividadeO ato de criar novidades e soluções não é uma genialidade e sim uma habilidade do cérebro condicionado a vencer desafios em novas circunstancias. E isso pode ser treinado por qualquer processo de desenvolvimento pessoal e profissional.

O bloqueio criativo, conhecido na língua inglesa como writer’s block (bloqueio do escrito) é um tema bem abordado e não acontece somente com escritores, mas com qualquer pessoa que force criar algo que ainda não sabe o que é!

Parece obvio, mas criar algo que não foi determinado conscientemente é uma perda de tempo e falta de método. Como resultado, a mente dará respostas de mal-estar diante de algo que ela também não pode combater.

Esse bloqueio de criatividade não é uma condição psicológica, mas apenas um estado mental. No entanto, esse estado pode ser reforçado por outras limitações psicológicas como:

  • Medo de julgamentos e criticas.
  • Perfeccionismo como forma de proteção a concorrência ou falhas.
  • Autocritica excessiva ao comparar criações anteriores à atual.
  • Pressão externa dos que se utilizarão do produto de sua criatividade.

Essas reações podem ser sabotadoras e inibidoras para um trabalho, mas não diminuem seu potencial criativo, apenas poluem a mente, a ocupando demais para poder colocar em prática a criatividade.

Para retratar um caso bem específico, no século 19 o poeta inglês Samuel Taylor quando descreveu o seu “indescritível terror indefinido” sobre sua impossibilidade de produzir novos trabalhos, criou um fantasmagórico mito dizendo.

“Os escritores possuem uma alma torturada, e são incapazes de escrever sem angústia”

Taylor utilizou a própria angustia que experimentava nessa reflexão para criar seu trabalho. No final, estava produzindo e sofrendo, com sensação semelhante a outros profissionais que vivem sobre o dilema do apagão criativo.

Talvez isso comprove para você que ter sensações desperta a criatividade e deduções lógicas também são capazes de fazer isso dependendo da pessoa.

A realidade é que desmontar o bloqueio da criatividade pode ser um processo muito mais simples do que virar uma chave e ligar um motor. Tudo depende de como você vai querer pilotar essa máquina.

Afinal, que máquina você imaginou, um carro, um avião?

Imaginação é um poder para aqueles que precisam ser criativos. Essa questão faz diferença para quem precisa criar um método funcional e praticável para se estimular sempre em seus trabalhos.

 

Qual A Diferença De Criatividade E Imaginação?

caramujo colorido super criativo e imaginárioApesar de estarem intimamente relacionados, a criatividade é diferente da imaginação. Enquanto a criatividade gera algo no mundo real, a imaginação coloca uma imagem irreal em ação apenas no mundo dos pensamentos.

A imaginação é livre por não precisar lidar com os limites da realidade e objetos materiais. E isso pode ser trabalhado para ter algum significado real, é a isso o que chamamos de criatividade.

O autor e consultor educacional Sir Ken Robinson, famoso no Reino Unido por sua obra The Element, explica que:

“a imaginação é o ato de trazer para a consciência coisas que não estão nela.”

Para ilustrar as duas coisas na prática, imagine uma situação que precisa ser superada como, por exemplo, precisar passar por um rio e chegar ao outro lado sem se molhar.

A nossa imaginação pode nos fazer visualizar coisas surreais como caminhar sobre as águas, o rio interrompendo seu fluxo para abrir passagem ou então a terra emergindo e criando passagem pelo rio.

O que nossa criatividade faz com essa imaginação?

Ela nos faz criar ideias como das barragens, pontes, túneis subterrâneos ou por menor que sejam os recursos, derrubar uma árvore e passar por cima de seu tronco até o outro lado do rio, só para cumprir o objetivo de não nos molharmos.

Conhecendo essas diferenças, faça então essa pergunta para você mesmo.

Como você utiliza sua imaginação para que a sua criatividade possa fazer algo de útil com ela?

E a pergunta anterior ainda persiste. Quando você liga essa máquina da imaginação, se vê pilotando um carro ou um avião?

Para que você possa responder essa pergunta da melhor forma, vou lhe apresentar algumas dicas para tornar sua imaginação um solo fértil a ser trabalhado pela sua criatividade.

 

Dicas Imaginativas Para Romper o Bloqueio da Criatividade

lampada criativa se ligando na tomada imagináriaO nome imaginação já denuncia, esse é um processo mental de colocar imagens em ação. Na sua etimologia ela vem do Latim Imaginari – “formar uma imagem mental de algo”.

Sem dúvidas a imaginação é uma habilidade humana que pode ser trabalhada para estimular a criatividade em inúmeras situações.

“Imaginação é mais importante que conhecimento. O conhecimento é limitado. A imaginação envolve o mundo ”. Albert Einstein

Algumas considerações são importantes para que seu processo funcione adequadamente. Existe um estado mental interno correto para trabalhar a imaginação e algumas dicas primárias podem favorecer isso.

  • Faça exercícios de respiração e oxigene o cérebro, inicie sempre por eles antes de se entregar a sua imaginação.
  • Mantenha uma paz interior, ela auxilia a concentração e foco para poder construir imagens muito mais vivas na sua mente.
  • Tenha objetivo antes de imaginar, saiba as sensações que quer despertar ou manipular, visando sempre um resultado final.
  • Coletar dados e conhecimentos entorno de seu objeto de criação é uma matéria-prima para a imaginação fluir bem.
  • A imaginação é criadora somente quando não se afasta da realidade, por isso seja inteligente nesse processo.

O combustível para imaginar pode ser o que conhecemos, mas o desconhecido também pode mexer com nossa imaginação. E juntar os dois pode ser a zona aonde converge a sua nova criação.

Com esses entendimentos primários, o processo de imaginação e criatividade podem se unir. Um será o solo e outro será a colheita, e caso trabalhados corretamente, podem se abastecer em um processo orgânico.

Agora vejamos alguns exemplos imaginativos que vão lhe auxiliar para sempre criar grandes ideias.

 

Processo Criativo 1 – Imagine Com uma Mente que Não Seja Sua

brinquedos lego organizados com imaginação e criatividadeAs crianças não tem nenhum tipo de bloqueio criativo, na verdade elas são máquinas de imaginar e tem uma criatividade tremenda por isso. Então porque não ser criança novamente por um dia?

Imagine-se como um Peter Pan, criando brincadeiras novas para divertir-se com seus amigos e tendo um espírito infantil de verdade.

Essa brincadeira pode acionar um estado interno adequado para gerar ideias de uma festa, brinquedos ou até formas diferentes de lidar com o ensino.

A entrega a sensações é importante, ela significa se colocar no lugar de outra pessoa, com mentalidade semelhante a dela.

O mesmo pode ser feito com qualquer público consumidor que você deseja alcançar. Então trate de utilizar seu imaginário para tornar-se o avatar perfeito daqueles que experimentarão suas criações.

Tente pensar com a mentalidade delas, seja aquela senhora chata e exigente precisando de facilidades ou o senhor pessimista e negativo que precisa de motivos fortes para lhe aplaudir.

Uma forma de satisfazer esses requisitos está em se sentir satisfeito como um avatar dentro do seu imaginário.

Esse processo quando utilizada com inteligência pode aproximar você cada vez mais daquela “peça” que faltava ou até da obra-prima tão esperada pelo seu público.

 

Processo Criativo 2 – Imagine as Coisas Fora do Padrão

simbolo do cobra kai retratando imaginação e criatividade da marcaA parte interessante de desbloquear a criatividade utilizando a imaginação é que ela pode lhe levar muito longe. Pensar coisas surreais é um exercício fenomenal que te tira da caixinha.

Ao imaginar tudo fora do padrão em tamanhos, cores, formas, sons e outros contrastes, você está modelando o que conhece, mas nada de novo nessa técnica correto?

Imagine agora poder fazer isso com coisas que ainda não existem, mas que você já conhece alguns de seus atributos?

Digamos que você queira criar uma logomarca para seu dojo de caratê e quer que ela seja diferente para se destacar, mas não tem a menor ideia do que fazer.

É necessário alguma matéria prima para imaginar. Saber a missão da empresa ou seu publico alvo, por exemplo, já podem ser o suficiente.

Consideremos que nesse cenário, seu público-alvo sofra bullying na escola, eles querem ser destemidos e seu dilema é que, o ataque é a melhor defesa.

Foi pensando nisso que surgiu a logo da Cobra Kai. Ele sai totalmente do padrão que outras escolas defendiam, mas era eficiente na mensagem e talvez por isso tenha feito sucesso.

A cobra é um animal que tem como única defesa seu ataque, ela não gosta de se expor e não se mistura com outros espécimes. É exatamente o atributo que pessoas sofrendo bullying do nosso cenário imaginado gostariam de ter em certos momentos.

Você já tem preparado alguns ingredientes como matéria prima para a sua criação, mas eles não se juntaram ainda?

Então pense a união deles de forma figurativa, buque os atributos que você deseja destacar de um jeito fora do convencional. Utilize as propriedades dos animais, plantas, objetos ou fenômenos naturais e humanos.

Torne as qualidades em vantagens exageradas e imagine as fraquezas se transformando em algo de grande potencial. Trabalhe o contraditório, provocativo e surreal, pois delas brotam sementes que aguçam sua imaginação criativa.

 

Processo Criativo 3 – Imagine as Partes e Não o Todo

bela ave com contornos bonitos simbolizando que as partes fazem parte da criatividadeAlcançar bom nível de potencial criativo não é simples, é necessário ter sensibilidade para obter percepções novas. E enxergar detalhes pequenos é a arte de quem tem essa sensibilidade.

É necessário um pouco de foco e se colocar como um observador, talvez torcer um pouco a cabeça para enxergar de um ângulo diferente. O objeto continua o mesmo, mas a sua visão sobre ele não.

Para isso, não imagine apenas seu objeto de criação, mas partes que complementam ele. Analise sua finalidade, seus porquês e também o processo ou jornada dos que farão uso dele.

Faça isso observando sua cadeia produtiva, a pré-produção ou pós-produção, o sentimento de desejo sobre o objeto. Seja minucioso e analise um botão, uma antena, acessórios, a embalagem ou seu formato geral.

Para vencer o bloqueio criativo, é importante trazer novas perspectivas para o nosso imaginário, trabalhar eles mentalmente e vê-los funcionando de forma nova.

São por essas perspectivas que se criaram inovações como:

  • Patins = calçado + rodas.
  • Canivete suíço = alicate, tesoura, chave de fenda, chaveiro e etc.
  • Celular = computador, bussola, agenda, calculadora, telefone, TV e etc.

Isso não é tarefa fácil, pois requer o desapego da norma. As partes de um objeto de criação, por vezes, são mais preciosas do que a criação em si.

O Facebook foi imaginado exclusivamente como um sistema de comunicação universitário e hoje muitos o utilizam para relacionamentos, trabalho e até como álbum de família.

A imaginação para desbloquear a criatividade pode ser direcionada, mas também comprova que ela pode tomar novos contornos no meio do caminho.

Como se destacar dos concorrentes que trabalham no seu mesmo mercado com pouco investimento?

Veja o caso do China in Box, que tem sua marca registrada com a personalidade da sua charmosa embalagem. Apenas um botãozinho metálico prendendo o pacote já criam enorme efeito de ser algo valoroso no público.

Essa ideia deu destaque a marca em algo pequeno no processo da rede de delivery.

Um detalhe faz toda a diferença!

 

Conclusão

Após ler esse texto, pode-se concluir 2 coisas importantes no processo de livrar-se do bloqueio criativo através da imaginação.

O primeiro é que você precisa ter uma visão do mundo real, o que envolve conhecimento sobre o objeto alvo de criação. Quanto maior o conhecimento que o envolve, maior seu potencial criativo através de referências que você possui em sua mente.

O segundo é que sua imaginação pode ser pilotada para criar coisas que ainda não existem, mas sua percepção e sensibilidade criativa podem retirar esses elementos do imaginário para traze-los ao mundo real.

A inteligência está em fazer bom uso da imaginação e criar algo útil através dela.

Não se esqueça de personagens criativos como Leonardo Da Vincci que criou coisas inovadoras mas impossíveis para sua época. Isso é louvável, mas não pode ser tarefa cotidiana dos que vivem de sua própria criatividade.

E para completar, ainda existem dicas criativas de impacto publicadas no nosso E-Book Grátis. Aconselho baixar e aprender mais sobre como aguçar sua criatividade, isso certamente lhe fará muito bem!

Conheça os Reais Caminhos do Autodesenvolvimento

Ganhe um E-book Grátis e receba nossa serie de desenvolvimento pessoal para você superar os seus limites
Inscreva-se na nossa LISTA VIP