Inscreva-se na nossa LISTA VIP

E Ganhe Nosso E-Book
GRÁTIS !

🔒  Somos contra SPAM

O planejamento dos estudos, de como se organizar para estudar e até mesmo a administração do tempo, são essenciais para tornar simples estudantes em concurseiros ou vestibulandos competitivos.

Tudo o que requer esforço deve ter uma estratégia, senso de ordem e objetividade, inclusive dentro do aprendizado. Ao menos caso você queira aprender de forma progressiva a alcançar o seu melhor desempenho.

Alguns até pulam essa fase do planejamento por acreditarem ser um desperdício de tempo. Mas muito pelo contrário, quando se conhece a posição das cartas na mesa, o jogo do aprendizado fica muito mais rápido!

Até a organização de uma rotina diária e local de estudos são pontos fundamentais para a maratona de qualquer estudante se tornar mais leve.

Alguns até se planejam com antecedência, mas não sabem como organizar os estudos levando em consideração as próprias limitações, e acabam não conseguindo seguir o que foi planejado até o fim.

Nesse artigo falaremos sobre metas, motivação e objetividade. Mas trataremos também da organização pessoal e como utilizar bem os recursos disponíveis para planejar seus estudos.

E caso você se questione afirmando “não sei como me organizar para estudar”, seu problema deverá ser solucionado aqui!

Tudo o que explicarei está em qualquer manual primário dos concurseiros e vestibulandos de sucesso. Por isso vale a pena ler até o final.

 

A Organização Dos Estudos Exige Motivação, Objetivos e Metas

Para quem deseja estudar para concursos e vestibulares, uma das coisas mais difíceis no início é manter bom ritmo de estudo por longos períodos.

Sabemos que o ideal é começar com poucas horas de estudo por dia, e depois sim avançar progressivamente. Preferencialmente ganhando gosto por uma rotina de estudos organizada pelo próprio estudante.

Deve funcionar assim no começo, pois ainda sem estímulos e foco insuficiente, o estudante pode simplesmente travar.

Um excesso de carga horaria de estudos sem o condicionamento psicológico adequado causa o efeito reverso na forma como se organizar para estudar.

Alguns efeitos disso são:

  • Perda rápida da motivação inicial.
  • Esgotamento e fadiga mental.
  • Pouco estimulo de recompensa no aprendizado.

Para estabelecer uma rotina realmente compatível com a fase inicial dos estudos, é importante uma preparação na mentalidade do estudante.

Isso significa que antes de planejar como se organizar na faculdade, para um vestibular ou Enem, é necessário ter o mindset adequado. E tornar as ações alinhadas com o planejamento dos estudos por longos períodos.

Para tornar-se um estudioso engajado é preciso construir essa mentalidade, mas isso não deve ser imposto. É preciso aprender como gostar de estudar e focar em resultados.

Um simples exercício de reflexão colabora para isso.

A técnica dos 6 chapéus do conhecimento é uma atividade mental bem criativa para encontrar aquilo que vai realmente lhe dar objetividade nos estudos.

Conheça ela por esse vídeo:

Como se Organizar Para Estudar - Técnica dos 6 Chapéus do Pensamento

Essa foi a bela colaboração do Dr. Edward de Bono no seu livro Os Seis Chapéus do Pensamento. Dê uma boa olhada no PDF do material deixado na USP sobre essa técnica.

E além desses exercícios prévios de reflexão para entender melhor como se organizar para estudar, é muito importante estabelecer motivação, objetivos e metas mais claras.

Vamos dar uma olhada nisso agora.

 

Descubra os Motivos Para ser Aprovado

Como se preparar para estudar

No início, ficar sentado por horas a fio mantendo plena concentração não é uma tarefa fácil.

Para manter o seu foco e motivação em alta, é preciso encontrar os reais motivos que levam você a estudar para vestibulares ou concursos.

Não só isso, é preciso torná-los sustentáveis e mais significativos ainda!

Isso pode inclusive ser realizado com um dos chapéus do conhecimento que foram apresentados para você aqui. Aprenda sobre cada um deles e utilize o chapéu correto para cada fase de organização dos seus estudos.

Então descubra a sensação que lhe move a estudar e depois internalize essa sensação mentalmente alguns momentos do dia. Utilize isso principalmente como uma pilula contra a procrastinação nos estudos.

Caso perceba que eles funcionaram bem para você, escreva-os em algum papel e deixe perto do seu local de estudos.

A sua mente é o principal recurso de organização que você tem, assim como o seu maior gerador de motivação, só precisa fazer do jeito certo.

Pode parecer bobagem, mas atitudes mentais (processos cognitivos) que dão significados para seus compromissos com os estudos, lhe garantirão mais avanço nos estudos como consequência.

Coloque esses truques de motivação para estudar diariamente em sua rotina e condicione sua mente a sempre estar alinhada com seus objetivos pessoais.

Com o tempo, os estudos podem se tornar o maior prazer da sua vida.

Entenda que a organização dos estudos parte sempre de uma grande motivação inicial. Mas seguir o que foi panejado com consistência requer uma motivação mais duradoura.

 

Metas Ajudam Ainda Mais A Manter Organização

Como se preparar para estudar

Outro ponto que auxiliará a sua organização de estudos é o estabelecimento das metas de estudos.

Afinal, como se organizar para estudar se você não trilhou um caminho para seguir com clareza não é mesmo?

Uma pesquisa publicada pela revista científica Nature International Journal of Science, revelou que, quanto mais próximos estivermos de concluir um objetivo, mais dopamina é liberada pelo nosso cérebro.

A dopamina é um neurotransmissor que, além de outras funções, é essencial para gerar disciplina, foco e comprometimento.

Essa pesquisa confirma a técnica denominada: “Gradiente de Meta”, abordada por Alexandre Meirelles no livro “Como Estudar para Concursos”.

Resumidamente, o ser humano tende a se esforçar mais quando percebe estar próximo de alcançar uma meta ou objetivo.

E como aproveitar esse conhecimento durante a organização dos estudos?

Basta iniciar sua organização de estudos através do que precisa solucionar primeiro, de forma completa, por tópicos alinhados e em sequência.

Isso pode ser feito com listas de pequenas tarefas, que no final, atingem uma meta. Nada mais complicado do que isso é o ideal!

Lembre-se que metas não podem ter caráter generalista e precisam ser alcançáveis. Então defina metas claras, objetivas, razoáveis e sempre de curto prazo.

Vamos a alguns exemplos:

  • Revisar o material de direito constitucional todas as quartas.
  • Resumir todos os tópicos estudados com suas próprias palavras.
  • Passar todos os exercícios errados para um novo questionário.

Enfim, o importante é estabelecer essas pequenas metas para que o seu estudo não fique disperso em tarefas sem objetivos e te levem sempre para alguma direção.

Para analisar melhor as suas metas, você pode também utilizar os chapéus do conhecimento. Eles são uma ótima ferramenta para organizar as coisas genuinamente do seu jeito.

O ideal é você sentir o gostinho de dever cumprido, lembre-se disso!

 

Em Caso de Falha Apenas Corrija

otimizar os estudos

Caso não alcance uma meta ou outra, avalie o que houve e não entre em desespero a ponto de desistir de tudo. As vezes revisar a meta é necessário para estipular um plano melhor e mais fluido dos estudos.

Então estabeleça uma nova meta, mantenha-se comprometido com o seu objetivo dando um passo de cada vez e progressivamente.

Não é justo se sentir mal por falhar em algo que você ainda não tem total prática. E aprender como se organizar nos estudos exige conhecer seu estilo de aprendizado mais eficiente para ter um planejamento ideal.

Somente depois disso é que você poderia se cobrar não é mesmo?

A busca por acertar no planejamento dos estudos pode levar você a perceber que algumas metas novas precisarão se encaixar no meio do seu cronograma por terem maior prioridade.

Claro que você perceberá que algumas tarefas organizadas não tem tanta importância como você pensava no começo. O peso que elas tem será reconhecido no passar do tempo e conforme seus estudos acontecem.

Não se importe caso suas listas de afazeres precisem de correções no começo. E tolere o fato de que muitos deles não combinarão com o seu estilo de aprender também.

Algumas metas dependem de uma ordem que você ainda não conseguiu examinar bem, então volte a vestir um novo chapéu do conhecimento.

Assim você poderá voltar a refletir sobre as tarefas que darão real objetividade ao seu estudo.

Quando você percebe que o cronograma de estudos está sendo seguido e seu aprendizado está fluindo sem retrabalhos, ficará claro que sua organização de estudos foi bem-sucedida.

Utilize essa forma de se organizar para estudar para o Enem, vestibulares ou qualquer concurso. Ele simplesmente reflete como sua mente funciona ao organizar-se e reflete a sua pessoalidade.

 

Como se Organizar para Estudar com Recursos Financeiros Limitados

Caso você possua amplos recursos financeiros para tentar e errar sem medos, esse tópico não é para você e não ficarei chateado caso queira pular para o próximo assunto.

Mas o fator financeiro é crucial para diversos estudantes, principalmente por, muitas vezes, não saberem como se organizar para estudar com pouca grana.

Infelizmente, muitos pensam que estudar para concurso e vestibulares é para resolver sua vida financeira a curto prazo, mas, na grande maioria dos casos, não é!

Na verdade trata-se de um investimento, mas não em dinheiro e sim em esforços.

Tempo e força de vontade são mais caros do que qualquer valor em moeda possa representar. E sem dúvidas são recursos mais escassos na sua vida do que dinheiro.

O que quero dizer é que, alcançar a aprovação no vestibular ou concurso público, requer um tempo estudando. Normalmente esse período ultrapassa seis meses a um ano.

Como se preparar para estudar

Além disso, quanto mais difícil o nível do concurso, mais recursos ele pode exigir.

Muitos estudantes tendem a adquirir os piores materiais ou inscrevem-se nos cursos mais baratos. Eles esperam conseguir as ferramentas necessárias para ter resultados nos estudos, mas isso pode ser um erro tremendo!

O principal recurso e material de trabalho que você tem é seu cérebro, metas bem estipuladas e comprometimento com seu objetivo. Ou seja, seu cérebro novamente!

Os materiais com o conhecimento que você precisa ter para passar na prova, existem em abundância aqui mesmo na internet, e acredite, eles são na maioria das vezes disponibilizados gratuitamente.

A ideia de cursinhos é algo recente e até então, todos estudavam sem eles já pensou sobre nisso?

Leia Também → Como Estudar Para Concurso em Pouco Tempo e Ser Super Competitivo

Saiba Utilizar Seus Recursos Com Sabedoria

A forma como você utiliza sua mente é que agregará valor real a qualquer material de estudos e não a quantidade de dinheiro que você gasta em materiais.

Não permita que a falta de dinheiro gere preocupações que atrapalhem sua trajetória nos estudos.

Caso você sinta a real necessidade de investir em materiais ou cursinhos por algum motivo, invista naqueles que lhe darão maior qualidade e quantidade de conteúdo.

Faça isso de maneira muito consciente e questione se o valor é realmente justo para o que você está adquirindo.

Caso os recursos não sejam amplos, invista o que tem em poucos materiais, mas que sejam atualizados e recomendados por quem entende do assunto.

O mesmo vale para cursinhos preparatórios caso essa seja sua escolha.

E saiba que muito do que eles ensinam podem ser obtido por autoeducação. A única diferença pode estar na velocidade e macetes já manjados que ensinam.

Não sugiro que faça cursinho de todas as matérias. Caso sinta que precisa do apoio de um professor, comece a estudar sozinho e perceba o que tem mais dificuldade de estudar antes de abrir sua carteira.

Invista em cursinhos somente das disciplinas que para você são mais complexas. Isso o ajudará a poupar uma grana e se preocupar menos com esse fator durante os estudos.

Todavia, falta de dinheiro não é desculpas para não estudar!

Apenas faça bom uso dos recurso que tem, gerencie melhor seu dinheiro e saiba que algumas crenças pessoais podem limitar mais do que a falta de dinheiro quando o assunto é ter alto desempenho nos estudos.

A forma como se organizar para estudar para concursos tem peso mais significativo no desempenho do que dinheiro, por isso, cuidado com suas crenças!

 

Como Organizar Um Ambiente de Estudos

Essa dica a princípio parece boba, mas um ambiente desorganizado causa uma tensão visual e drena sua energia para estudar.

Nosso corpo se concentra em maior ou menor proporção no ambiente ao nosso redor e isso tem ligação com as cores, formas, sons, temperatura, odor e etc.

Quando o objetivo do nosso foco deve ser o conteúdo que estudamos, precisamos diminuir alguns desses fatores externos para proporcionar uma ligação maior com os estudos que foram planejados.

Toda essa organização dos estudos é parte crucial de como estudar para uma prova fazendo o seu cérebro aprender melhor.

Já que o intuito desse texto é ensinar como se organizar para estudar considerando tudo o que possa auxiliar no seu desempenho, vamos partir do local aonde tudo isso começa.

Leia Também → 74 Dicas Sobre Como Aprender Melhor, Mais Rápido E Profundamente

 

Local de Estudos

como organizar os estudos

Escolha um local para estudar que seja o mais silencioso possível e sem interferências.

Isso é lógico, mas, caso você não tenha um espaço assim, sugiro que pense em começar a estudar em alguma biblioteca.

Todavia, é preciso levar em consideração o tempo gasto no deslocamento até a biblioteca ou até o local que você tenha definido como apropriado.

Barulho, incômodo dos familiares, o tempo de deslocamento, custo para passar o dia fora, enfim, todas as questões precisam ser levadas em conta para a escolha do seu local de estudos.

Tente não sofrer distrações e interrupções externas durante os estudos e planeje ter todos os recursos necessários próximos de você.

No livro “Como Estudar para Concursos” do autor Alexandre Meirelles, há uma citação de uma pesquisa afirmando:

“Caso uma pessoa no auge de sua concentração seja interrompida, ela levará de 15 a 20 minutos para voltar ao estágio anterior de atenção.”

Caso a pessoa seja do sexo feminino, levará um pouco menos tempo. Mas perceba que não há vantagem para ninguém de nenhuma forma.

O ideal é que o seu ambiente de estudos tenha uma iluminação nem muito fraca e nem muito forte.

É preferível a luz natural indireta do Sol, mas se não for possível, utilize uma luminária que não faça sombra sobre o material e que não incida diretamente sobre ele, já que o papel reflete cerca de 85% da luz.

Uma pesquisa publicada na revista científica Bristish Medical Journal revela que:

“Quem passa por longas fases de estudos tende a aumentar o grau de miopia, então essas dicas são também para diminuir esse risco.”

 

Mesa de Estudos

Como se preparar antes de estudar

Deixe os seus livros e materiais impressos próximos a sua mesa, mas não sobre ela.

Quanto mais coisas você tiver sobre a mesa, mais objetos de distrações você terá competindo no seu campo visual.

Alexandre Meirelles afirma que:

A desordem causa uma tensão visual, uma sensação de caos e de falta de motivação, devido à sobrecarga de estímulos.”.

Por isso a sua mesa deve conter apenas o essencial para você estudar aquela disciplina definida para determinado horário de estudo.

Caso você utilize mapa mental, não tem problema nisso, o mapa mental descomplica a forma de anotar e resumir diversos assuntos. Mas nada de várias canetas e utensílios que raramente você utilizará sobre a mesa.

A forma que você planeja como se organizar para estudar na sua mesa é realmente importante, inclusive a altura dela em relação a cadeira.

Em algum momento, seus braços precisarão se apoiar durante a escrita, leve também isso em consideração.

 

Suporte Para os Livros

como se preparar para otimizar os estudos

Sugiro que adquira um suporte para livros e invista em uma ótima cadeira de estudos.

Você passará por muitas horas com a cabeça abaixada ao estudar, o que pode ocasionar dores na nuca e consequentemente nas costas com o passar do tempo.

Logo, quando estudamos sem um suporte para livros, inclinamos excessivamente a cabeça para lermos o que está sobre a mesa.

O ideal é que o material a ser lido esteja posicionado no seu campo normal de visão. Uma altura que seja necessário apenas o movimentos do globo ocular e sem mover a sua cabeça e pescoço.

Além de resolver esse problema, o suporte também mantém a mesma distância da primeira até a última linha do material em relação aos seus olhos.

A percepção completa do material a ser lido evita o cansaço da sua vista, devido ao esforço que é preciso para ler o material.

 

Suporte Para o Estudante

COmo se preparar psicologicamente para os estudos

Sua cadeira de estudos deve ser a mais confortável possível.

Caso você não apoie os braços na mesa, é preferível que adquira uma cadeira com braços, que tenha, além das diversas regulagens, um bom estofamento.

Estudar nessas cadeiras de plástico ou do jogo de mesa da sua cozinha causarão ao longo do tempo dores nas costas e no pescoço, tornando a concentração ainda mais difícil.

Escolha uma cadeira que acomode bem a sua coluna e que deixe seus braços e ombros confortáveis. Tenha o costume de encostar a lombar completamente no assento e com os pés pousados no chão sempre.

Mesmo que você pague um valor considerável em uma cadeira, não se preocupe, isso é um investimento tanto para a sua saúde como para o melhor desempenho dos estudos a longo prazo.

 

Conversar com Familiares e Amigos

Como se preparar para iniciar os estudos

Responder as questões de como se organizar para estudar sem passar por esse tópico é quase impossível.

Os concurseiro e vestibulandos também tem uma vida social a zelar e pessoas que amam para preservar.

Serão meses ou até anos nessa vida, sem o mesmo contato com a família ou amigos, muitas vezes até compartilhando o mesmo ambiente.

Dessa forma, torná-los parte desse processo é o melhor a se fazer.

Converse de maneira cautelosa e carinhosa com sua família e amigos logo no início da sua preparação para os estudos.

Explique como você imagina que será sua trajetória e como passar em concursos públicos e vestibulares não é uma coisa fácil, mas que, com o apoio deles, suas chances de sucesso aumentarão.

Não crie muitas expectativas. Nem todos receberão essa notícia de forma positiva, pois, existem pessoas pessimistas, inclusive dentro do nosso convívio.

Por isso, blinde-se contra os negativistas, transforme as palavras de descredito em combustível para estudar mais e ter sucesso nos seus exames.

Haverão momentos muito difíceis durante essa jornada. Em alguns deles você ficará um “bagaço de gente”. Mas encare como um teste eliminatório pré concurso ou vestibular que você precisa superar.

Nessas horas, tente não descontar o estresse e o desânimo em ninguém, pois, agindo dessa forma, será difícil que as pessoas ao seu redor continuem te apoiando.

 

A Organização De Estudos Exige Um Plano de Estudos

Agora que você cuidou do ambiente de estudos, está consciente dos investimentos, compreende as metas e teve uma conversa com as pessoas que ama, já deu passos importantes na organização dos estudos.

Mas esse não é seu plano de estudos de fato, você precisará de um modelo que otimize a forma que absorverá todo o conteúdo da prova.

Com um plano de estudos você:

  • Planeja as tarefas da sua rotina
  • Estabelece um cronograma de estudos
  • Ganha visão sobre a dependência entre matérias exigidas
  • Tem metas e marcos bem mais objetivos de estudos

O plano de estudos, na maioria das vezes, é assustador para os estudantes. Pois a existência dele praticamente cobra a interação do seu criador com o que foi planejado.

Ela não é nada mais que o planejamento das disciplinas, a disposição do tempo destinado a cada uma delas, a ordem em que você deverá estudar, e o mais importante, como você vai estudar.

Como otimizar os estudos

Já falamos em outros artigos sobre o método desenvolvido por Alexandre Meirelles denominado Ciclo de Estudos. Hoje ele é recomendado por qualquer coach de concursos públicos.

Ele consiste basicamente em um cronograma de estudos no qual é definido a sequência das matérias a serem estudadas com base nos editais anteriores do concurso.

São esses tipos de modelos que podem ser adotados junto as ferramentas de aprendizado acelerado que tanto comentamos aqui no Aprimore Sua Mente e fazem grande diferença no desempenho do estudante.

Portanto, agora que você já tem algumas dicas de como se organizar para estudar, aconselho que de uma olhada nesse plano de estudos passo a passo disponibilizado gratuitamente na internet.

O ambiente e organização para estudar são importantes, mas de nada vale estar em um castelo todo feito sobre medida para você, caso não saiba como reinar dentro dele.

Conheça os Reais Caminhos do Autodesenvolvimento

Ganhe um E-book Grátis e receba nossa serie de desenvolvimento pessoal para você superar os seus limites
Entre para a nossa LISTA VIP