Será que é possível vencer a dificuldade de memorização a ponto de ter uma memória de elefante?

Muitas pessoas pensam que a capacidade de recordar é inata e, portanto, não é possível fazer nada para aprimorá-la. Mas como efeito disso, nunca damos valor à memória até que ela comece a falhar.

É muito importante que estejamos conscientes do papel fundamental que a memória desempenha em nosso dia a dia. E não é somente a memória dos elefantes que funciona de modo singular.

A memória dos homens é um atributo que define quem somos e tudo o que carregamos conosco: o que vivemos, nossos sentimentos, experiências e lembranças.

Sem ela, não teríamos como reconhecer nomes, lugares, pessoas e eventos marcantes ocorridos em nossas vidas. Ou ensinamentos, como o ganho de supermemória que você conhecerá aqui hoje!

Você, talvez, possa considerar que é velho demais para adquirir uma verdadeira memória de elefante, porém, na realidade, nosso cérebro é limitado apenas por nossas crenças, e a dificuldade de memorização não é real para qualquer homem que deseja treina-la.

Nosso cérebro, através de estímulos adequados, pode criar caminhos e conexões neurais, alterando seus padrões, permitindo que nos adaptemos e também possamos vencer inúmeras dificuldades, incluindo a dificuldade de memorização atenção e concentração.

 

O Que Significa Memória De Elefante? De Onde Surgiu Isso?

elefante de pelúcia encostado em livros

A expressão “memória de elefante” é empregada para se referir aos indivíduos que, de alguma forma, demonstram possuir uma boa memória, tendo surgido com a observação de uma qualidade fascinante dos elefantes.

Eles tem um cérebro bem grande e podem se lembrar não somente dos seus pares, mas de qualquer outra criatura que tiveram contato algum momento da vida, mesmo que tenha sido brevemente.

Para sobreviverem, esses animais desenvolveram a impressionante habilidade de reter informações por incalculável período de tempo.

Esse atributo lhes permite caminhar por quilômetros à procura de comida e água, memorizando os locais exatos pelos quais passaram e, principalmente, de onde retiraram seus alimentos, para então retornarem ao exato local depois.

Então, caso você seja elogiado como tendo uma memória de elefante, pode sentir-se orgulhosos, mas saiba que sua capacidade humana é muito superior a desses animais.

Nós somos os únicos capazes de ter realmente uma supermemória em todo o reino animal.

Por Que Os Elefantes Têm Boa Memória?

De um ponto de vista fisiológico, essa característica é possibilitada pelo fato do cérebro de um elefante ter alta densidade e, portanto, serem capazes de reter muitas informações.

Isso significa que o número de neurônios desses animais é muito grande, o que torna a rede neural deles um verdadeiro armazém enorme para guardar lembranças.

Sem contar que o hipocampo dos elefantes, área do cérebro com função de consolidar as memórias, é realmente muito bem desenvolvido.

O cérebro humano e dos elefantes tem muitas similaridades. Eles tem o hipocampo e córtex cerebral altamente desenvolvidos, o que lhes rende uma criatividade enorme para solucionar problemas.

Caso na infância o elefante tenha vivido um problema e utilizado toda sua atenção e concentração para solucioná-lo, nunca mais se esquecerá de como o fez.

Entendeu o que quer dizer memória de elefante e porque as pessoas desejam tanto ter uma?

Claro que, na verdade, preferimos a nossa, mas é impressionante como um animal sem altas habilidades cognitivas pode ser tão desenvolvido em sua memória e saber como utilizar ela de verdade.

Existem alguns mitos e verdades sobre a memória dos elefantes, mas de fato eles tem uma memória muito desenvolvida e merecem todo o nosso respeito.

 

A Importância Da Vitória Sobre a Dificuldade de Memorização

A memória não nos ajuda somente a sermos mais inteligentes, mas é útil também para melhorar o desempenho no trabalho, reduzir tempo nos estudos e termos valor social em qualquer relacionamento.

Essa habilidade é frequentemente aceita como “natural”, de modo que nem todos se incomodam em treiná-la. Mas certamente é uma habilidade que faz diferença para todas as nossas atividades em vida.

A importância da memória não está somente na quantidade de coisas que podemos manter e acessar nela, mas também na qualidade, ou seja, no quão detalhada e clara uma memória pode se tornar.

Manter uma vida intelectualmente ativa ajuda a impedir que o cérebro se deteriore prematuramente. É altamente recomendável começar a cuidar da mente antes que apareçam os primeiros sintomas de declínio cognitivo.

 

Como A Dificuldade de Memorização Atenção e Concentração Se Relacionam

Prestar atenção aos detalhes, concentrar-se e também lembrar-se das coisas periodicamente é um ponto chave para marcar realmente tudo o que deseja lembrar com mais qualidade.

Tudo isso envolve muitos processos cognitivos que podem ser aprimorados com prática e treinamento. Algo que deve estar presente no desenvolvimento pessoal de qualquer pessoa.

Claro que existem questões confusas sobre memória e lembranças, mas certamente, a mais importante de todas é sobre como vencer a dificuldade de memorizar. E muito sobre isso se liga ao uso da nossa atenção e concentração também.

A atenção e concentração devem caminhar de mãos dadas com a memorização. Nosso cérebro precisa de algum filtro para as informações que desejamos tornar realmente notórias para ele.

Um objeto alvo de memorização não pode se confundir com outros ruídos, então a concentração é necessária. Enquanto a atenção tem outro aspecto a ser trabalhado na mente, ele funciona sobre o foco.

Quando focamos em algo, nossos processos cognitivos estão voltados para esse alvo. E desejo provar isso para você ter uma ideia do que estou falando.

Então vejamos com esse breve teste em vídeo se a sua memória está realmente aguçada ou precisando de ajustes:

Memória de Elefante Teste de Memória Simples com Cartas

Leia também → Memória Humana: Como As Criamos, Lembramos e Esquecemos?

 

O Que Fazer Para Superar A Dificuldade de Memorização

O exemplo simples que nos referimos quando mencionamos a memória do elefante, foi comparando ela com um grande armazém. Imagine ele com um local para o qual temos que ir constantemente.

Por tal motivo, manter as estradas em boas condições é vital para levar informações até lá e impedir que elas se danifiquem ou sejam esquecidas pelo meio do caminho. E também para acessá-las sempre que precisarmos com muito mais facilidade e sem muita demora.

Agora imagine que esses caminhos para a memória sejam pouco acessados. Então, começa a se acumular lixo, e esses percursos até as lembranças ficam irreconhecíveis com o tempo, a ponto que o lixo acumulado esconda e confunda as memórias que queremos recordar.

Será que você entendeu a analogia que expliquei para entender como melhorar a memória?

Deixe-me explicar de outra forma então.

Quanto mais acessamos nossas memórias, mais em evidência elas ficam em nossa mente. Mais facilmente as acessamos e também podemos guardar elas dessa mesma forma.

Existem inúmeras maneiras de darmos novos contornos as nossas recordações para superar a dificuldade de memorizar e vou lhe apresentar algumas delas.

Ao longo do tempo, transformando essas dicas em praticas, você vera a dificuldade de memorização desaparecer. É como estivesse sempre varrendo o caminho para ter ele todo limpo para o seu grande armazém de lembranças!

 

Melhore A Sua Atenção

Ter uma memória de elefante tem tudo a ver com a atenção como visto no vídeo mostrado aqui: não podemos nos lembrar de algo se não estivermos atentos. Logo, ao aprimorar a capacidade de atenção, consequentemente melhoraremos a vivência sobre nossas memórias quando elas são processadas.

Para entender como vencer a dificuldade de memorização pela atenção, você deve se ater em tudo o que faz, inclusive no que sente e pensa sobre o que pretende tornar marcante na sua mente.

Existem conceitos que devem ser alvo de sua atenção quando precisar gravar algo. Isso envolve as cores, formas, ambiente, som e até o odor, então dê maior significado para esses atributos de memorização.

Quando estiver conversando com alguém sobre algo importante, por exemplo, dê a pessoa toda sua atenção. Isso envolve contato visual e repetir, de vez em quando, o que ela estiver dizendo com sua própria voz interior. Sobretudo, aquilo que deseja se lembrar depois.

Essa oportunidade de comunicação é um diferencial capaz de gerar sinergia com o outro. E durante o diálogo, talvez você perceba estar em um nível de atenção acima da média, e lembrará depois que foi esse fato que possibilitou o diálogo ser marcante na sua memória.

Dessa forma, além de lembrar melhor do assunto tratado no diálogo, demostrará compreender bem o que a pessoa fala. E acredite, isso faz diferença no relacionamento interpessoal, pois em níveis inconscientes, conseguimos perceber uma pessoa que está atenta como alguém de maior valor social para nós.

 

Pratique a Meditação

como ter uma memória de elefante

Já está bem fundamentado que a meditação também pode contribuir significativamente para potencializar nosso cérebro em qualquer atividade que realizamos.

Um estudo publicado pelo Hospital Geral de Massachusetts identificou que, após 8 semanas de meditação, seus praticantes modificam regiões do cérebro responsáveis pela memória, autoconsciência, empatia e estresse.

Os testes e amostras de imagem do cérebro dos participantes desse estudo identificaram um aumento na densidade da massa cinzenta no hipocampo. Área correspondente a nossa memória e aprendizado.

Com 30 minutos de meditação por dia, você poderá modificar essas estruturas de suas conexões neurais e concentrar sua mente, fixando-se com mais eficiência em tudo o que há ao seu redor.

Tornar-se mais focado é notoriamente uma habilidade que pode ser aprimorada com a meditação. Esse é um caminho muito promissor para vencer a dificuldade de memorização e ajuda até na tomada de decisões.

 

Utilize Mnemotécnicas

Diferentes estudos defendem que a imaginação é muito útil para promover a aprendizagem, o que pode lhe render também uma grande memória de elefante no final das contas.

Para vencer essa dificuldade e memorizar com mnemotécnicas, repita as informações que receber, agrupe-as e relacione-as a elementos que você já conhece através de qualquer técnica mnemônica. Utilize ritmos ou músicas para aprender novas informações (como as tabelas de multiplicação), use acrônimos ou acrósticos.

Não perca a oportunidade de marcar na sua memória as informações se divertindo com elas. Utilize-as com imaginação, torne o sentido delas exagerados, crie imagens mentais chamativas.

Quanto mais anormal e fora de padrões você imaginar essas informações, melhor elas serão marcadas na sua memória de longo prazo.

Quer se lembrar de comprar peixe, pagar contas e buscar seu filho as 6 horas na escola?

Imagine um peixe gigante e chamativo, com um carnê de pagamento na mão, o sacudindo enquanto sai de uma escola com formato do número 6.

Caso seja você o criador dessa imagem a partir da sua própria criatividade, tal imagem ficara marcada na sua mente por um período longo, podendo passar de dias ate semanas para esquecê-la.

Um pequeno truque mnemônico que certamente vai surtir efeito para você acabar com sua dificuldade de memorizar coisas complexas. Essa é um verdadeiro trunfo ensinando como ter boa memória segundo os campeões mundiais de memorização.

Existe uma infinidade de truques mnemônico que são capazes de tornar qualquer pessoa em uma verdadeira enciclopédia ambulante e certamente são truques da mente bem fáceis para não dizer que também são incríveis, nos fazendo lembrar quase tudo.

 

Tente Recordar Ativamente

Como Vencer a Dificuldade de Memorização e ter uma memória de elefante

Sua memória pode ser reforçada se você tentar lembrar fatos, eventos e experiências importantes que já vivenciou. Pois o ato de se lembrar está em resgatar lembranças e não de memorizar elas simplesmente.

Ao lembrar coisas do seu dia a dia, como o que comeu no almoço, aonde estão seus pertences e o nome dos personagens de um livro, você exercitará quatro diferentes partes do cérebro:

  • Memória espacial.
    .
  • Memória operacional.
    .
  • Raciocínio.
    .
  • Análise.
    .

Pensar em muitas coisas que se passaram também ajuda a extrair mais conhecimentos das experiências vividas e ter uma perspectiva mais madura e racional sobre o passado.

Essas práticas também podem ser feitas para você se tornar mais prevenido, em alerta e observar com mais clareza tudo o que acontece em seu cotidiano. Pois nosso cérebro tem a ótima mania de relacionar memórias com as experiências sendo vividas no presente também.

Caso ache difícil memorizar tudo isso, esforce-se para lembrar, todos os dias, apenas o que fez no dia anterior. A seguir, tente concentrar-se sobre lembranças em períodos ainda mais recuados, por exemplo, para onde você foi e o que fez em suas últimas férias.

Fazer um pouco de exercício de resgatar suas memórias diariamente é uma boa ideia pois aciona todos os tipos de memória humana.

Caso prefira, pegue lápis, papel e saia da sala em que você estiver. E do lado de fora, anote todos os objetos que você se lembra do local.

Provavelmente, se surpreenderá ao perceber que esse exercício não é tão fácil quanto você supunha.

Após registrar tudo de que se lembra, retorne à sala e olhe para todos os objetos que deixou de anotar. Se você fizer diariamente esse exercício simples, notará progressos em pouco tempo.

Você Deve Realmente Avançar Nisso!

Não se deixe entediar e lembre das roupas das pessoas que viu ao longo do dia ou das cores das peças também.

Treine relembrando coisas significativas que fizeram parte do seu dia e te levaram a tomar ações. O açúcar que precisou comprar no mercado, o tópico que tratou com um cliente, ou o tema mais complicada que estudou em certa matéria.

E porque não aplicar esse exercício a coisas mais úteis e recompensadoras também?

Tente registrar as datas dos acontecimentos, dias da semana e horário em que eventos importantes ocorrem. Quando se lembrar dos acontecimentos, force sua memória para recordar dia e horário, isso lhe dará um senso de organização muito superior ao que tem hoje.

Esse exercício com a prática pode tornar sua memória muito mais poderosa. Lembre-se, ter a memória de elefante que almejamos requer condicionamento.

Para não dizer que o trabalho cognitivo de recordar é tão importante quanto de memorizar. Saiba que essa tarefa aqui é uma obrigação para você caso tenha dificuldade de memorização.

 

Leve A Sério O Seu Sono

É durante o sono que consolidamos o que foi aprendido durante o dia. Um hábito correto de sono nos permite ter a memória em condições ideais de performance.

De acordo com estudos recentes, a falta de sono afeta negativamente o nosso cérebro, impedindo que desenvolvamos nossa aclamada memória de elefante como se deve.

Isso significa que, se você deseja ter uma grande memória, é imprescindível que adquira boas horas de descanso com a mente realmente trabalhando em estado adormecido.

Sim, nossa mente trabalha quando dormimos e saiba que é um momento que você deve considerar sagrado se quiser superar a dificuldade de memorização.

É durante o sono que as memórias se consolidam e seu hipocampo mais trabalha nesse momento!

infográfico sobre o sono e a memorização

(Foto: ZANSKY, REBECA CATARINA E GUILHERME HENRIQU)

Dormir, pelo menos de 7 a 8 horas diariamente é o mais indicado para otimizar o desempenho do seu cérebro e colocar você em dia para ter uma supermemória perfeita.

Descanse em um ambiente escuro, sem barulho. Não beba café ou bebidas que contenham cafeína à noite nas horas anteriores ao sono.

Caso você esteja muito habituado com café, limite seu consumo, caso contrário, será praticamente impossível superar a cafeína nos bastidores do sono, o que pode resultar numa noite intranquila.

A rotina é algo muito importante para quem deseja desenvolver uma memória de elefante, então, tente ir dormir e acordar todos os dias no mesmo horário, respeitando sempre seu relógio biológico.

Saiba também que, as informações obtidas antes de dormir serão mais privilegiadas na memória. Uma boa dica é lembrar delas na mente antes do sono, isso pode potencializar suas lembranças.

 

Pratique Exercícios Físicos

como superar a dificuldade de memorização

Existem incontáveis benefícios para alcançar uma grande memória de elefante que são relacionados à prática regular de atividade física e todos os hormônios que elas disparam no corpo.

Os exercícios aeróbicos elevam as dimensões do hipocampo anterior, o que gera melhorias substanciais na memória espacial. Além de ser uma forma de reverter a perda de volume associada à idade nessa estrutura cerebral.

As atividades físicas oxigenam o cérebro e reduzem o risco de enfermidades que levam à perda da memória, como diabetes e doenças cardiovasculares. Reduzindo inclusive os hormônios do estresse.

O exercício aeróbico desempenha também um papel crucial plasticidade cerebral, promovendo a criação de novas conexões neuronais.

A dificuldade em memorizar pode ser combatida com qualquer tipo de atividade física, então, escolha a que mais lhe agrada: o elemento fundamental é selecionar atividades prazerosas, pois isso ajuda a manter o hábito.

Vencer a dificuldade de memorização também requer algumas químicas saudáveis em nosso cérebro. Algo que a prática esportiva nos confere notoriamente e estão além da sensação do bem-estar!

 

Mantenha Uma Dieta Saudável

Uma dieta saudável é essencial para manter o corpo em perfeitas condições e para que o cérebro funcione adequadamente. Você não deve ter nenhum deficit nutricional, uma vez que tudo aquilo que você come afeta seu cérebro.

Se você considera que ultimamente tem sido mais difícil memorizar, baseie sua dieta em frutas, verduras e legumes. Restrinja a ingestão de alimentos altamente processados, bem como de açúcar e sal.

Embora o chocolate venha sendo associado à conquista de uma grande memória, fique atento para comer apenas os chocolates mais puros possíveis (com, no mínimo, 85% de cacau).

E não deixe de tomar água caso tenha dificuldade de memorização pois o cérebro pouco hidratado tem problemas de desempenho principalmente sobre a concentração.

O ideal é ter uma dieta saudável combinada com outros itens que estou recomendando aqui. Além do mais, a memória de elefante nenhum vacilaria com a alimentação e a água, eles adoram!

 

Mantenha Sua Mente Ativa

como vencer a dificuldade em memorizar

A memória é como um músculo, podendo ser fortalecida mediante exercício. Simples assim: se você a treinar, ficará mais forte, caso contrário, poderá se atrofiar e aumentar a dificuldade em memorizar.

Com o tempo e a idade, é natural que nos sintamos mais confortáveis, isto é, que já saibamos como resolver a maioria dos nossos problemas com relativamente menos esforço, as deixando no modo automático não é mesmo?

A consequência nociva desse estágio da vida, infelizmente, é que usamos menos a mente e damos menos estímulo do que ela realmente merece, dada a relevância que tem para nossa vida e bem-estar geral.

Para ter uma super memória, qualquer atividade que envolva um desafio será eficaz para manter a sua memória ativa. Fuja das atividades que você domina amplamente e aprenda a tocar um novo instrumento ou uma música bem difícil.

Os jogos são um ótimo jeito de exercitar o cérebro de inúmeras formas e sair da rotina. Além de serem divertidos, são hoje uma cultura tão rica quando a música e o cinema.

Busque também fazer aquilo que já domina de outro jeito, de uma forma completamente nova.

Aprenda outras maneiras diferentes de fazer as comidas que adora, isso é um exercício que fará sua mente aprimorar a atenção, concentração e criatividade, as mesmas necessárias para memorizar certas coisas.

Você deve, em suma, aprender e desenvolver novas habilidades.

Pense em qualquer coisa que você sempre quis aprender. Pode ser um novo idioma, um jogo como xadrez ou qualquer outra coisa que estimule seu cérebro e o faça avançar em novos desafios.

Entenda que vencer a dificuldade de memorização atenção e concentração podem caminhar juntas dessa maneira. E como vimos, elas tem uma ligação bem íntima entre si para o desempenho geral da memória.

 

Saia Mais de Casa Com Os Amigos

como ter uma verdadeiramemória de elefante

Diversos estudos têm demonstrado que estar em contato com os amigos e ter uma vida social ativa está diretamente associado a saúde do cérebro, o que inclui nossa memória claro!

Se você quer aprimorar habilidades interpessoais e ter uma forma como vencer a dificuldade de memorização, dedique tempo aos seus entes queridos.

Aproveite os momentos de lazer, mantenha um bom círculo social e aproveite para ficar longe das pessoas tóxicas que fazem você se sentir desconfortável ou com sensações desagradáveis.

Nossas memórias se tornam marcantes, sobretudo, através da intensidade que damos a elas, o que envolve o sentimento que temos sobre os episódios e pessoas marcantes.

Nossos amigos são capazes de fazer isso por nós naturalmente. Com eles sempre estão envolvidos sentimentos, por isso, dê mais atenção aos momentos que convive com eles.

Para conseguir uma poderosa memória de elefante, você deve se esforçar em ser mais sociável, participando de grupos, frequentando clubes e mais eventos de confraternização também.

Então, se você deseja vencer a dificuldade de memorização tendo algum lazer junto, a melhor forma é utilizar seus amigos a seu favor. Por isso existem fotografias espalhadas entre todos nós, comentários do passado e muitos sentimentos envolvidos.

Sim, a receita de reviver esses momentos é ótima, isso traz uma química para o cérebro que talvez não possa ser alimentada de nenhuma outra forma, apenas na vivencia e revivendo suas próprias experiências interpessoais.

Pratique o que foi ensinado aqui, pois vencer a dificuldade de memorização não é uma teoria e sim uma prática constante.

No passar do tempo, a supermemória torna-se uma verdadeira habilidade adquirida pelo fruto dos costumes novos que você adotou para sua vida.

Conheça os Reais Caminhos do Autodesenvolvimento

Ganhe um E-book Grátis e receba nossa serie de desenvolvimento pessoal para você superar os seus limites
Entre para a nossa LISTA VIP