Inscreva-se na nossa LISTA VIP

E Ganhe Nosso E-Book
GRÁTIS !

🔒  Somos contra SPAM

Caso você queira saber o que é crise existencial de verdade, sugiro olhar o universo pelo microscópio. E quando você descobrir que é apenas uma micropartícula estrelar, as suas percepções sobre a vida podem passar por uma pequena alteração.

A maioria das pessoas que experimentam essas emoções de curto prazo, passam por ela com facilidade, pois dão significados às coisas rapidamente em suas mentes, mas outras não. Elas passam pelo que é conhecido como crise existencial.

Esse intrigante fenômeno da mente humana na busca de sentido na vida e novos significados, vai além da filosofia do existencialismo. Ela é estudada na psicologia desde 1929 por Kazimierz Dabrowski e Irvin D. Yalom.

No entanto, mesmo com o farto número de pesquisas que temos até hoje a respeito do tema, a crise de existência pode se confundir muitas vezes com a crise de ansiedade, depressão e o estresse tão comuns da vida moderna.

Para esclarecer melhor o que é uma crise existencial separamos tudo o que você precisa saber nesse artigo, que ao final, deve lhe guiar em como atravessar essa fase de uma forma mais saudável.

Acompanhe!

 

O Que É Uma Crise Existencial

O significado da crise existencial segundo a explicação de Katie Leikam , terapeuta especializada em ansiedade, estresse no relacionamento e identidade de gênero.

“Ela pode ser uma quebra nos padrões de pensamento em que, de repente, você quer respostas para as grandes questões da vida.”

Todos nós temos uma espécie de mapa de referências pessoais sobre tudo com o que estamos acostumados a conviver. Mas quando nosso sistema de crenças é abalado, podemos passar por uma pequena crise pessoal até nos adaptarmos.

Não é incomum procurarmos significado e propósito para todas as coisas da vida. E muito do que fazemos em nosso cotidiano requer propósitos já que é por eles que nossa mente se mobiliza.

No entanto, o problema ocorre quando não encontramos respostas adequadas e os significados são insatisfatórios. Para algumas pessoas, essa busca por respostas deixa elas com falta de confiança nelas mesmas até encontrarem a sua nova rota.

Esse é o efeito comum da crise existencial, que pode ter como sintoma uma crise de ansiedade também. Além de outros efeitos como frustração, perda de alegria interior e euforia, enquanto não se consegue obter respostas válidas.

Uma crise existencial pode afetar qualquer pessoa em qualquer idade, mas muitos enfrentam essa crise diante de uma situação difícil como a luta pelo sucesso por exemplo.

Vejamos quais são os casos mais conhecidos a seguir.

 

As Principais Causas das Crises Existenciais

Desafios que nos fazem questionar ou aquelas tensões comuns diante dos desafios, não provocam uma crise existencial imediatamente.

Ela ocorre geralmente diante de uma profunda reflexão a cerca de eventos significativos como um trauma grave ou uma grande perda.

Algumas causas de uma crise existencial podem incluir:

  • Culpa por algo feito sem pensar.
  • Perda de um ente querido ou ao enfrentar a própria morte.
  • Sentindo-se socialmente insatisfeito com as pessoas.
  • Insatisfação consigo mesmo e seus próprios resultados.
  • Decepções amorosas e fim de relacionamentos longos.
  • Abalo nas próprias crenças e valores pessoais.
  • Descobertas, conhecimentos e revelações surpreendentes.
  • Outras experiências impactantes e modificadoras da mentalidade.

Perceba que aprender o que é crise existencial não se passa de experimentar os efeitos psicológicos que ocorrem naturalmente na mente diante desses momentos bem singulares apresentados aqui.

A crise dos vinte e poucos anos ou a crise da meia idade são comuns entre todas as pessoas e servem como exemplos também.

Elas ocorrem pois são geralmente marcos no tempo que foram idealizados pelas pessoas. E quando chega o momento aguardado, a mente gera um efeito emocional que pode levar a uma forte reflexão pessoal.

A crise existencial não é algo negativo como possa parecer e sim uma busca de amadurecimento emocional ao adquirir novos significados na vida. Algo que naturalmente pode nos levar a sermos pessoas melhores após sua superação.

A crise ocorre geralmente em curto período de tempo e apenas enquanto a mente não obtêm referências e conclusões suficientes. Mas posteriormente, esses novos significados passarão a compor nosso mapa de referências pessoais em outra fase da vida.

 

5 Tipos De Crises Existenciais

mulher atormentada por crise existencialDiferentes escritores e psicólogos focaram sobre o tema da crise existencial e identificaram 5 aspectos diferentes da vida que estão a cerca da filosofia do existencialismo.

Cada uma delas pode ser um grande motivador desse fenômeno psicológico e também resumem bem o que são crises existenciais.

As crises existenciais são superadas naturalmente como forma de aprendizado e na maioria dos casos resultam em efeitos benéficos ao homem. E apenas uma pequena parcela das pessoas sofre problemas psicológicos decorrentes delas.

Nos piores casos ela pode desencadear crises de ansiedade, depressão ou problemas como do transtorno obsessivo-compulsivo.

Os diferentes tipos de crises existenciais incluem:

 

1. Crise Da Liberdade e Responsabilidade

Todos temos liberdade para fazer escolhas, e os resultados podem mudar a vida para melhor ou para a pior. A maioria das pessoas escolhe assumir esse risco da liberdade em vez de ter outras pessoas decidindo por elas.

Mas essa liberdade também requer responsabilidade. Pois você é responsável pelas consequências das escolhas que faz.

Caso você use a liberdade para fazer uma escolha com final ruim, não poderá culpar ninguém.

Para certas pessoas o fardo dessa liberdade é pesada demais, então elas desencadeiam a chamada ansiedade existencial. Que é uma ansiedade abrangente sobre o significado da vida e das próprias escolhas.

2. Crise da Morte e Mortalidade

Como já dito aqui, a crise existencial pode também ocorrer depois de uma certa idade.

Por exemplo, seu aniversário de 50 anos pode forçá-lo a enfrentar a realidade de estar certamente na metade da sua vida, levando-o a questionar o fundamento de sua vida em geral.

Você pode refletir sobre o significado da vida e morte ao fazer perguntas como: “O que acontece depois da morte?”

O medo do indesejado ou até mesmo a esperança sobre o que é esperado após a morte podem desencadear ansiedade. Esse tipo de crise também pode ocorrer após o diagnóstico de uma doença grave diante da morte iminente.

3. Crise De Isolamento e Conexão

Mesmo desfrutando de períodos de isolamento e solidão, os seres humanos são seres naturalmente sociais.

Relacionamentos fortes podem resultar em apoio mental e emocional, trazer grande satisfação e alegria interior. O problema é que esses relacionamentos nem sempre são permanentes.

As pessoas podem se separar física e emocionalmente, assim como a morte muitas vezes nos separa dos entes queridos. Isso pode levar ao isolamento e à solidão, fazendo com que algumas pessoas sintam que sua vida não importa para ninguém.

4. Crise De Significado e Falta De Sentido

Encontrar um significado e propósito na vida pode fornecer esperança e realmente serem uma ancora para atracarmos nossa embarcação sobre pensamentos construtivos.

Mas depois de refletir sobre sua vida, você pode sentir que não conseguiu nada significativo ou não fez a diferença de verdade.

Isso pode levar as pessoas a questionarem sua própria existência. Esse é um exemplo de crise existencial bem comum, que além de tudo, influenciam em como ter autoconfiança ao enfrentar diferentes desafios da vida.

5. Crise de Emoção, Experiências e Personificação

Não se deixar permitir provar das emoções negativas às vezes pode levar a uma crise existencial.

Algumas pessoas bloqueiam a dor e sofrimento pensando que isso fará prevalecer sempre a felicidade. Porém, muitas vezes isso pode levar a um falso senso de felicidade ao mesmo tempo que impede uma experimentação completa dos aprendizados da vida.

E quando você não experimenta a verdadeira felicidade, a vida pode parecer realmente vazia.

Por outro lado, incorporar emoções e reconhecer sentimentos de dor, descontentamento e insatisfação podem abrir as portas para o crescimento pessoal.

Encarar essas emoções pode melhorar a visão pessoal sobre a vida e seus polos emocionais antagônicos. Em todos os casos, compreende-los servirá para amadurecer, ganhara inteligencia emocional e maior preparo.

 

Os Principais Sintomas da Crise Existencial

mulher diante do espelho com crise de existenciaAs sensações de ansiedade, melancolia, desamparo e depressão em momentos que a vida está desorganizada, nem sempre significa crise existencial.

No entanto, essas emoções podem caracterizar o que é crise existencial no momento que estão acompanhadas de uma perseguição de novos sentidos para a vida. Uma sensação típica de que está faltando algo a ser preenchido e que não se passa da busca por ocupar o vazio existencial.

Alguns dos sintomas mais comuns que acompanham essa forte sensação são:

  • Isolamento social e introspecção
  • Insegurança
  • Ansiedade
  • Fata de apetite
  • Sono desregulado
  • Pessimismo
  • Falta de motivação
  • Instabilidade emocional

Alguns dos efeitos desses sintomas podem desestabilizar muitas áreas da vida que vão bem. Eles são resultados de uma confusão mental pela falta de referencias que foram perdidas por algum acontecimento impactante.

Esse efeito psicológico pode requerer mais da sua inteligência emocional para que você continue caminhando sem se perder em qualquer período de crise.

Vejamos mais de perto alguns desses sintomas mais importantes agora.

 

Depressão Por Crise Existencial

Durante uma crise existencial, você pode experimentar sentimentos comuns da depressão. Esses sintomas podem incluir perda de interesse nas suas atividades favoritas, fadiga, dor de cabeça, falta de esperança e tristeza persistente.

No caso de depressão existencial, você também pode ter pensamentos sobre suicídio ou sobre o fim da vida, e ainda sentir que sua vida não tem propósito.

A desesperança com esse tipo de depressão está profundamente relacionada aos sentimentos de uma vida sem sentido. Você pode questionar o objetivo de tudo:

“É apenas para trabalhar, pagar contas e eventualmente morrer?”

Ansiedade Por Crise Existencial

Segundo diz a psicóloga Katie Leikam:

“A pessoa com ansiedade existencial pode se apresentar preocupada com a vida após a morte ou chateada e nervosa com o seu lugar e planos de vida”,

Essa ansiedade difere do estresse diário no sentido de que tudo pode passar a sensação de desconforto e ansiosidade. Você pode ser levado(a) a se perguntar: “Qual é o meu propósito e onde me encaixo?”

Transtorno Obsessivo-compulsivo Existencial (TOC)

Às vezes, pensamentos sobre o significado da vida e seu propósito podem pesar muito em sua mente e causar pensamentos acelerados. Isso é conhecido como TOC existencial e pode ocorrer quando você é obsessivo ou tem compulsão pelo significado da vida.

“Pode ser necessário fazer perguntas repetidas vezes ou não conseguir descansar até que você tenha respostas para suas perguntas”, diz Leikam.

 

Como Atravessar Uma Crise Existencial Adequadamente

pessoas fazendo corrente para superar a crise existencialEncontrar o seu propósito e significado na vida é certamente um caminho que precisa ter uma rota. Quando isso acontece, pode além de ajudá-lo a se libertar de uma crise existencial, lhe dar um horizonte a ser percorrido com maior consistencia.

Agora que você já sabe o que é crise existencial, é uma boa ideia aprender como lidar com ela. Então siga essas dicas importantes a seguir.

 

Assuma O Controle de Seus Pensamentos

Substitua ideias negativas e pessimistas por ideias positivas e encerre sempre os seus pensamentos com elas.

Dizer a si mesmo que sua vida não tem sentido pode se tornar uma profecia auto atualizável. Agindo assim, você está fazendo nada além de uma reprogramação mental, impregnando esses pensamentos para seu futuro.

Lembre-se, nós somos aquilo que mais pensamos. A mudança de pensamentos realmente geram solo fértil para novas oportunidades.

Em vez se contaminar por pensamentos limitantes, tome medidas para viver uma vida mais significativa. Persiga uma paixão nova, se esforce para conhecer novidades, seja voluntário por uma causa que você acredite ou pratique ser mais compassivo.

Mantenha Um Diário De Gratidão Contra a Negatividade

Sua vida provavelmente tem mais significado do que você pensa.

E talvez só não tenha essa percepção por refletir pouco sobre pequenos gestos e atitudes boas que compartilhou com outras pessoas durante o seu dia.

Quando perceber as pequenas coisas agradáveis, por menores que sejam, anote todas elas. Isso pode incluir sua família, trabalho, seus talentos, qualidades e realizações.

Mas não esqueça da dedicação do padeiro por conseguir lhe atrair como cliente e do porteiro por estar sempre solícito a você.

Seja grato por conseguir ganhar seu próprio sustento podendo satisfazer as necessidades de outras pessoas também. Perceba como nos sustentamos por uma corrente de servidão ao próximo e seja grato por termos essa harmonia.

Lembre-se Por Que A Vida Tem Significado

Dedicar tempo ao autoconhecimento pode ajudá-lo a atravessar uma crise existencial, diz Leikam.

Caso tenha dificuldade em enxergar suas qualidades, peça para amigos e familiares identificarem aquilo que mais valorizam em você.

Qual impacto positivo você traz na vida deles?

Quais são as suas qualidades mais fortes e admiráveis?

Nunca esqueça que você não é feito somente dessas virtudes e que melhorar suas falhas também pode dar um grande significado para a sua vida.

Não Espere Encontrar Todas As Respostas

Isso não significa que você não possa encontrar respostas para as grandes questões da vida. Mas entenda que algumas perguntas não terão respostas e saiba como lidar com isso.

Para aprender como superar uma crise existencial, Leikam também sugere dividir perguntas em respostas menores.

Em seguida, trabalhar para ficar satisfeito em aprender as respostas sobre perguntas menores que compõem o quadro geral.

 

Quando Consultar Um Médico

Você pode aprender como ajudar na crise existencial de outras pessoas ou na sua própria sem qualquer profissional. Mas se os sintomas não desaparecerem, ou caso piorarem, consulte um psiquiatra, psicólogo ou terapeuta.

Esses especialistas em saúde mental podem ajudá-lo a lidar com uma crise por meio de terapia de conversação ou terapia cognitivo-comportamental. Outros métodos como a programação neurolinguística também trazem resultados bem ágeis para esse tipo de problema.

Esses são tipos de terapias que visam alterar padrões de pensamento ou comportamento. E por elas, até mesmo pessoas com pouca habilidade ou tendo problemas de autocontrole podem se superar com relativa simplicidade.

Procure ajuda imediata se tiver pensamentos suicidas. Lembre-se no entanto que você não precisa esperar até que uma crise chegue a esse ponto antes de falar com um médico ou outro profissional de saúde.

Mesmo que você não tenha pensamentos sobre suicídio, um terapeuta pode ajudar com qualquer crise de ansiedade, depressão ou pensamentos obsessivos graves.

 

Conclusão

Uma crise existencial pode acontecer a qualquer um e pode ser considerada como algo muito comum na vida, levando muitos a questionarem sua existência e propósito na vida.

Apesar da seriedade potencial desse padrão de pensamento e os efeitos negativos que possam causar em certas ocasiões, é possível superar a crise existencial dando um significado para todos os seus dilemas.

Muitas vezes esses dilemas se rompem naturalmente, bastando apenas deixar ir embora a frustração de curto prazo e a substituindo pelas dicas que trouxemos aqui nesse artigo.

A chave é entender como uma crise existencial difere da depressão e ansiedade normais e obter ajuda para quaisquer sentimentos ou pensamentos que sejam impeditivos para progredir e amadurecer os novos conceitos que precisam surgir na sua mente.

Conheça os Reais Caminhos do Autodesenvolvimento

Ganhe um E-book Grátis e receba nossa serie de desenvolvimento pessoal para você superar os seus limites
Entre para a nossa LISTA VIP