Inscreva-se na nossa LISTA VIP

E Ganhe Nosso Guia

GRÁTIS !
🔒 Somos contra SPAM

Quando se fala em reprogramação mental, muitos a confundem com a lavagem cerebral ou uma doutrinação. Mas ela não se passa de uma indução sobre a mente, que pode resultar num alto nível de desenvolvimento pessoal para conquistar inúmeras habilidades.

A forma como o ser humano enxerga a realidade varia, pois todos somos programados para nos comportar de determinada forma. Isso acontece quando enxergamos limitações, sentimos medo, nos alegrarmos, somos pessimistas ou otimistas.

Esse é o resultado da combinação de experiências, crenças e valores que adquirimos ao longo da vida. Porém, nem sempre a união desses fatores gera um produto positivo para a nossa saúde física e mental.

Para revertermos essa situação existe a reprogramação mental. Um conceito que usa técnicas da hipnose para mudar a forma como a mente lida com nossos pensamentos.

 

Como A Mente Funciona

Para entender como é possível controlar a mente através de uma reprogramação, primeiro precisamos entender como ela funciona. Apesar de o cérebro ser muito complexo, é possível explicar com facilidade como ele trabalha.

Toda a ideia, informação e percepção obtida por nós, passa pelo mesmo processo até ser armazenado no subconsciente ou inconsciente. Os núcleos dos neurônios as recebem, conduzem pelos axônios até que se chegue às sinapses, transformando o pensamento em um impulso nervoso radiante que percorre a mente e reflete em nosso corpo.

Durante toda a nossa vida esse processo é o mesmo, é ele que vai definir a maneira como interpretamos o mundo. São essas as informações que utilizamos para escrever em nosso “mapa de referencias” e que determinarão nossa interpretação e julgamento sobre as coisas, além se ser decisório para as escolhas que faremos no decorrer da vida.

Por esse raciocínio, vemos que alguém que passou boa parte de sua história armazenando informações negativas, estará inclinado a utilizar uma linguagem negativa e até mesmo se comportar de forma negativa. Mas o mais comum é que por aprendizado essas crenças se reformem por questões de evolução e sobrevivência.

mapa pessoal feito por criançasEssa leitura é feita de forma involuntária pelo cérebro pois está em nosso modelo de crenças. Ele simplesmente utiliza as informações que constam nessa espécie de “mapa pessoal”, construído por nós através das informações que obtivemos desde quando crianças.

E ai está uma escolha programada, que pode ser consciente ou não. A boa notícia é que este processo inconsciente pode ser alterado de maneira consciente através das técnicas de reprogramação mental.

Para entender o que é isso, como reprogramar a mente e fazer mudanças que podem modificar sua vida para sempre, leia o artigo até o final.

 

O Que é a Reprogramação Mental?

mulher com expressão de duvidasReprogramação mental é um conjunto de técnicas utilizadas para mudar a forma como se sente a realidade e, portanto, alterar a maneira como se vive aquela realidade.

O conceito de reprogramação mental tem ligação com a inteligência emocional de cada um. Trata-se da habilidade que temos de gerenciar, de forma eficiente, as nossas emoções e o comportamento desencadeado por elas.

Isso é feito também se utilizando do autoconhecimento para compreender os sentimentos e suas origens. E passa a ser apenas uma questão de autocontrole para utilizar esses recursos descobertos de forma mais favorável.

Quer dizer que sabendo quais são as origens, o indivíduo pode ter controle para lidar com algumas questões mal resolvidas de forma consciente. Essa possibilidade significa alterar nossa interpretação sobre sentimentos, e por efeito disso, determinar um novo comportamento.

Ao descobrir como ativar o subconsciente é possível desbloquear seu potencial e muitas ambições que antes pareciam impossíveis de alcançar se tornam reais. Uma dos objetivos mais conhecidos é a eliminação de crenças limitantes para substitui-las por outras mais motivadoras por exemplo.

A pessoa pode reconfigurar sua mente para enxergar que, tudo aquilo que ela deseja é possível. Por mais contraditório que possa ser do ponto de vista racional, a mente inconsciente ignora qualquer raciocínio lógico, pois ela simplesmente aceita como verdadeiro qualquer informação que você queria prover a ela.

O pensamento positivo, por exemplo, é um modelo de reprogramação muito famoso por causa disso. Ele muda a maneira como a sua realidade é percebida, e esse padrão de pensamento, modifica a  vontade, esperança e confiança, que são atributos psicológicos determinantes para o sucesso em qualquer atividade.

Portanto, para que se possa realizar a reprogramação mental, o praticante das técnicas  precisa traçar metas conscientes antes de tudo, e elas podem ser as mais diversas possíveis!

Seja para corrigir um relacionamento, para conseguir uma promoção, construindo uma autoestima elevada, emagrecer, acabar com a depressão, acabar com fobias ganhando coragem ou ainda se curar de problemas que refletem em nossa saúde física.

Sempre há uma série de técnicas de reprogramação que podem ajudar no autodesenvolvimento pessoal, permitindo também que qualquer pessoa adquira novas habilidades.

 

Como Realizar a Reprogramação Mental?

peixe fantasiado de tubarão

Antes de falar sobre as técnicas de reprogramação mental, é preciso entender que os resultados nem sempre são imediatos. Estamos falando sobre um processo de adquirir novos significados pessoais, o que requer ajuda da neurociência para compreender melhor como esse ciclo se constrói e como seus efeitos são fortalecidos.

É preciso dizer também que não estamos lidando com um brinquedinho ou programando um computador. Isso não é algo que se enjoando, bastando trocar por outro. Estamos falando do nosso universo, pois nossa mente é um templo, um local único com pilares muitas vezes sensíveis. Uma fonte de desejos e de todas as suas realizações.

Não é a toa que especialistas dizem que o verdadeiro poder da mente está no subconsciente. É misterioso a princípio e rende certa mística, mas não se engane, pois esse conceito recebe atenção no meio cientifico com seriedade a ponto de já acumular muitas pesquisas em seu entorno.

A reprogramação mental, pode ser feita através de técnicas bem conhecidas da hipnose ou pela programação neurolinguística. Mas antes de tudo saiba que a primeira é uma ciência e a segunda uma ferramenta, mas nenhuma delas são teorias, ambas são uma prática!

Isso significa que você aprende a reprogramar sua mente pela ação de reprogramar e não fazendo uma leitura ensinando como reprogramar a mente. Da mesma forma, você nunca aprenderia a andar de bicicleta lendo um livro e também não compreenderia o que é uma água levantando fervura pelo o que dizem ser a fervura.

Todo o aprendizado conceitual pode ser dado pela leitura, como você está fazendo agora, mas o conhecer de fato, somente o próprio ato de faze-lo. Pois nossa mente toma como conhecimento adquirido o que colocou em prática, pois é dessa forma que a neuroplasticidade cerebral funciona.

Significa que você precisara sair da zona de conforto se quiser conhecer sobre tudo isso a fundo. Alias é interessante você compreender que adquirir novas habilidades, como reprogramar a própria mente, está ligado imediatamente com a nossa neuroplasticidade cerebral.

Por isso, de uma olhado no curto vídeo abaixo para entender melhor como ela funciona.

 

Neuroplasticidade Versus Zona de Conforto

A neuroplasticidade, conhecida também pelo nome de “plasticidade neuronal”, nada mais é do que a capacidade de mudança e adaptação pelo nosso sistema nervoso.

Isso quer dizer que a estrutura da nossa mente pode mudar diante de novas experiências. Nada é estável e, graças a isso, podemos evoluir e desenvolver novas habilidades a cada dia, em cada prática que seja obtida.

o que é neuroplasticidadePodemos aprender algo novo ou aprimorar aquilo que já sabemos, mas de toda forma, isso exige deixar a zona de conforto.

Segundo o psicólogo norte-americano Daniel Goleman, a tecnologia tem feito com que, cada vez menos, as pessoas tenham foco em suas rotinas.

Por isso, quase nenhuma daquelas promessas de ano novo se concretizam. E para deixar a zona de conforto é necessário certo foco, objetividade e um plano para atingir aquilo que se deseja.

Essa é a unica forma de tirar vantagem da nossa neuroplasticidade para reprogramar a mente e alinhá-la aos objetivos que se deseja.

Mas e quando aprendemos o método, entendemos como aplicar ele e não conseguimos sair da zona de conforto?

Esse é o grande marco que divide as pessoas de sucesso daquelas que só almejam o sucesso. E não é necessário dizer que aprender a reprogramar a mente é um conhecimento inútil quando nessa situação.

Portanto, para ser um agente de mudanças e dar um empurrãozinho nisso, porque não utilizar logo as técnicas de reprogramação mental para manifestar essa energia modificadora?

como reprogramar a mente pela hipnoseÉ isso que as técnicas a seguir fazem. Elas podem estimular a mente para desenvolver as habilidades novas que se quer aprender. Condicionar comportamentos e trazer as posturas desejadas para o avanços concreto de qualquer autodesenvolvimento.

Elas podem fazer com que todas suas metas fiquem no seu “radar”, lhe dando a determinação necessária para, sair da cama e correr atrás dos desejos mais cobiçados por você. E o melhor, tudo baseado na ciência!

 

Como a Hipnose e a PNL Podem Reprogramar a Mente

Elas são práticas utilizadas não somente para reprogramar a mente e isso é necessário ressaltar.

São úteis aos médicos, dentistas, anestesistas, psicólogos, terapeutas, treinadores ou lideres nos dias de hoje, e tem um embasamento fundamentado na ciência sobretudo.

A primeira forma, a hipnose, é um conhecimento ancestral difundida por civilizações antigas, mas também foi técnica de guerra nos tempos modernos para operar combatentes em campo de batalha sem efeitos da dor. Hoje ela é frequentemente utilizada na publicidade para dirigir a atenção dos consumidores e foi utilizada por terapeutas famosos como Sigmund Freud, o pai da psicanálise.

A segunda, a programação neurolinguística, é considerada uma tecnologia já que utiliza conhecimentos técnicos, científicos, métodos e processos para se aperfeiçoar. Ela é utilizada como ferramenta de desenvolvimento humano, está presente na comunicação, no ensino, na política entre outros, e tem em sua raiz a hipnose, sobretudo a hipnose ericksoniana criada pelo maior hipnólogo do século, o Dr. Milton H. Erickson.

Portanto, por diferença de abordagem e técnicas, a reprogramação da mente pode acontecer de duas formas, ou por simples sugestão ao comunicar o inconsciente se utilizando da hipnose ou então pela própria linguística humana de forma consciente como é feito pela PNL.

 

Evoluindo e Desenvolvendo Habilidades com a Auto-hipnose

homem alcançando chaves penduradas por cordasA hipnose ou a auto-hipnose possuem a mesma finalidade: fazer uma pessoa acessar e alterar o seu inconsciente, o que depende exclusivamente de desejo do praticante para que seus resultados sejam atingidos com o tempo.

Apesar da hipnose clássica ser mais famosa, por ser realizada por um profissional, a auto-hipnose também pode ser feita sozinha por um indivíduo.

Existem várias técnicas, mas todas envolvem o relaxamento do corpo e um estado mental de transe hipnótico no qual a frequência de trabalho cerebral esteja baixa, o estado Beta. Esse estado mental permite que se abra acesso as camadas mais profundas da mente subconsciente.

Saiba que, quando se está em estado de hipnose, você está consciente, com controle tanto do corpo quanto da mente. Alguns mitos da ciência da hipnose ainda existem, mas esse é um estado natural que você é capaz de deixar no momento em que desejar.

Existem diversas técnicas para a auto-hipnose e uma das mais simples envolve falar de maneira pausada e rítmica aquilo que se deseja induzir na mente quando já estiver relaxado, preferencialmente sentado para não correr o risco de adormecer. Então nesse momento, feche os olhos e repita as frases de indução aquilo que você deseja, sempre de forma afirmativa no imperativo.

Isso deve se repetir varias vezes, pois quanto maior a repetição, mais forte é a indução. Durante o processo é necessário respirar profundamente e ritmicamente sem utilizar a mente questionadora ou sem fazer qualquer tipo de julgamento lógico.

“As possibilidades são infinitas. Tudo só depende das sugestões que você vai incutir na sua mente durante a auto-hipnose. Essa é uma habilidade incrível que qualquer pessoa pode desenvolver e aperfeiçoar com um pouquinho de treinamento”, diz o especialista Marcelo Maia.

Ainda assim, vale ressaltar que as pessoas possuem facilidades diferentes de aprendizado. Algumas podem demorar um pouco mais até que se enxerguem seus primeiros resultados.

Mais uma vez, o importante é persistir até que se crie uma real reprogramação mental pois a natureza da nossa mente corresponde aos esforços que aplicamos sobre ela.

 

Evoluindo e Desenvolvendo Habilidades com a PNL

A PNL (Programação Neurolinguística) é um estudo da linguística humana que parte do pressuposto de que, cada comportamento humano tem uma estrutura neurológica. Ela trata de estudos sobre a subjetividade humana com suas intenções e comportamentos.

A Programação Neurolinguística é considerada por alguns como uma pseudociência, mas não pode ser considerada uma ciência de forma alguma – e nem foi concebida com tal pretensão. Ela simplesmente é uma ferramenta de comunicação com a mente, ou seja, uma tecnologia e que faz uso das ciências que mais fizeram sucesso nas áreas humanas e da saúde.

fotos de Bandler e GlinderEla começou nos anos 70 na Universidade Sana Cruz, na Califórnia, por John Grinder, professor de linguística, e Richard Bandler, psicólogo e matemático. A dupla queria entender por que pessoas conseguem resultados completamente diferentes mesmo em situações semelhantes.

Para isso compararam pessoas que passavam por problemas variados com aquelas que já haviam superado as mesmas situações. O que descobriram foi que a diferença entre estes dois grupos estava no condicionamento emocional. Enquanto o primeiro grupo pensava no objeto de seu problema, o segundo o ignorava.

Sendo assim, eles chegaram à conclusão de que a forma como pensamos impacta intimamente na maneira como agimos. A partir de então, desenvolveram as técnicas de PNL que até hoje são tão famosas e utilizadas para correção de comportamentos.

Para realizá-las, a pessoa precisa entender que existem três perspectivas diferentes de se enxergar a mesma questão:

  1. Eu
  2. Outro
  3. Observação Sistêmica

O primeiro ponto de vista é pessoal e leva em conta os medos, desejos, valores, crenças, experiências, entre outros.

O segundo é a maneira como lidamos com a opinião das pessoas que estão ao nosso redor, os sentimentos delas sobre nós e também nossa empatia (como nos colocamos em seus lugares).

Já o terceiro ponto é a nova visão. Ela combina o Eu e o Outro de forma mais abrangente, como um sistema de interação que se retroalimenta por sinais e estímulos.

cerebro emocional e racional em ilustração de vidro espelhadoA PNL defende que há uma conexão entre a linguagem, os processos cognitivos e a fisiologia. Para ela, quando se altera algum destes três pontos, os outros dois são impactados e se modificam.

Vamos a um exemplo prático?

Caso alguém esteja com dor de cabeça e, segundo o entendimento da PNL, comunicar ao cérebro a ausência da dor estimulando que ela cesse (linguagem). Isso faz a informação chegar aos neurônios (processo cognitivo). Depois faz que a mente trabalhe esses sinais para acabar com o que aflige a pessoa (fisiologia).

O mesmo funciona para casos comportamentais e também para desenvolver habilidades. Pois realizar esse processo fará com que a mente humana altere a forma de lidar com a preguiça para praticar esportes, por exemplo. Pensamentos de engajamento e ação, facilitarão seu corpo a sair da cama e ir se exercitar.

Dessa forma o atributo de uma pessoa proativa pode ser gerado não somente na atividades físicas. Assim como uma postura física de coragem pode estimular a mente a manifestar a sensação de coragem, ou simular um sorriso no rosto, pode estimular a mente a se abrir para a diversão.

O potencial desse autocontrole emocional pode ser fortalecido pela neuroplasticidade neuronal, pois quanto mais é exercitado um padrão, mais controlável ele se torna dentro da própria mente. É dessa forma que um novo habito também é construído, e com ajuda dessas técnicas pode ocorrer de forma mais simples do que nunca.

E o estopim disso tudo está na linguística humana, sobre como tratamos a comunicamos dentro da mente e o significado que ela tem para a nossa mente.

Imagine colocando uma barata viva na boca para entender o que quero dizer. Certamente seu cérebro entenderá mal e lhe trará sensação de repúdio por ter esse pensamento, mas a representação da barata no mapa de crenças de outros povos é escrito com uma linguística diferente que pode na verdade significar algo saboroso.

Aposto que você não deseja reprogramar sua mente para ter essa linguística sobre a barata, mas acredite, é possível!

Mas utilize sempre uma linguística positiva diariamente: Implemente frases como ‘posso fazer todas as coisas com o poder do meu subconsciente’, como diz o especialista Joseph Murphy em seu livro e best seller “O Poder do Subconsciente”.

Para que se reprograme a mente, a pessoa deve dominar as técnicas e ferramentas de comunicação do subconsciente ou então aprender a utilizar-se da linguística humana. E esses métodos tornam qualquer aprendizado delas eficientes a ponto de criar alto nível de sinergia aquilo que realmente deseja ser programado por você com considerável agilidade.

Conheça os Reais Caminhos do Autodesenvolvimento

Ganhe um E-book Grátis e receba nossa serie de desenvolvimento pessoal para você superar os seus limites
Inscreva-se na nossa LISTA VIP